Transações com Bitcoin voltam à níveis próximos aos da alta de 2017

Que a depressão das criptomoedas afetou muita gente e causou um desconforto enorme entre os investidores, isso ninguém questiona. Porém, mesmo com um cenário tão “desolador”, novas pesquisas indicaram que as transações com Bitcoin continuam e aos poucos retomam o nível que alcançaram na grande alta de 2017.

Transações com Bitcoin continuam sendo uma opção entre os investidores

Ainda não se sabe exatamente qual será o caminho seguido pelo Bitcoin, se ele se tornará uma reserva de valor tão estável quanto o ouro, ou se ele será considerado uma moeda digital global para consumidores na internet. Mas essa indefinição não tem atrapalhado sua afirmação como um ativo rentável aos investidores.

Ok, claro que nos últimos meses nós vimos o bitcoin sofrendo baixas atrás de baixas, subindo algumas dezenas de dólares e descendo centenas, mas esse fator até agora não foi suficiente para impedir negociações utilizando a criptomoeda.

Durante a maior alta registrada na história das criptomoedas, o Bitcoin se tornou uma moeda relevante para a economia, onde milhões de negócios eram fechados por dia utilizando seu valor como base, porém, quando as primeiras grandes baixas começaram a acontecer, as transações diárias do Bitcoin caíram abaixo de 300.000 por dia.

Isso gerou uma luta entre os entusiastas da criptoeconomia, unindo esforços para que o ativo alcançasse novamente seu patamar mais promissor.

Aos poucos foi-se percebendo que o Bitcoin, apesar de promissor, ainda não era um produto pronto, com graves problemas em sua escalabilidade, tornando as redes congestionadas com o aumento repentino no número de transações e registros na blockchain.

Mas agora, de acordo com base em dados disponibilizados pela BitcoinVisuals, que foram coletados quase um ano depois da grande queda, o mercado tem voltado a confiar no Bitcoin e o número de transações voltou a uma subida constante, recuperando os 300 mil envolvimentos diários de 2017.

O retorno do alto volume de transações, aliado à uma rede tranquila desenvolvida em cima de avanços sólidos na tecnologia, provam que hoje o bitcoin é uma criptomoeda muito mais forte do que era em dezembro de 2017.

Fonte:
News BTC

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Igor Seco Autor

Comentários