Trader que foi contra o mercado e acertou queda do Bitcoin em 2018 agora é otimista

Talvez você não conheça Peter Brandt, o analista de 72 anos que, em 2018, levantou a voz contra o mercado de criptomoedas e acertou que o Bitcoin sofreria uma queda absurda.

Brandt foi rapidamente julgado pela comunidade cripto e seu nome passou a constar em uma lista negra de investidores. Infelizmente, para os traders da época, o homem estava certo e sua “profecia” se realizou bem rápido, quando nós vimos o Bitcoin despencar dos seus 25 mil dólares pra menos de 4 mil.

Lembra desse tweet?

“Regra geral TA — violação de avanço parabólico leva a 80% + declínio no valor. Se a regra geral é seguida, BTC deve recuar para <$4,000. Nota: este tweet não me faz um hater."

Investidor que previu queda do Bitcoin está otimista

Com uma previsão dessas é fácil entender porque Brandt se tornou alvo de investidores em todo o mundo. Mas acontece que os tempos mudaram e ele retornou com uma nova teoria.

Agora o Bitcoin deve reverter meses de prejuízo e chegar à casa dos 100 mil dólares.

“Bitcoin tem o objetivo de alcançar os US$ 100 mil. $btcusd está experimentando sua quarta fase parabólica que remete ao ano de 2010. Em meus 45 anos de negociação eu nunca vi um mercado operar com um gráfico desta forma. O Bitcoin é um mercado como nenhum outro.”

Nos últimos dias o que temos visto, de fato, é uma recuperação rápida do valor agregado ao Bitcoin. A Criptomoeda chegou a ser operada à mais de 11 mil dólares, por pouco tempo, caindo novamente para a casa dos 10 mil.

Essa oscilação é considerada um bom sinal pelos investidores, para eles significa que o ativo está tendo momentos de respiro, antes de ganhar o gás que o levará até a faixa das centenas de milhares de dólares.

Fonte:
Cryptoslate

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Leia Também