Segunda corte chinesa define bitcoin como “propriedade virtual”

Segunda corte chinesa define bitcoin como “propriedade virtual”

Segundo citação feita em uma reportagem do China Securities Journal, a segunda corte de Hangzhou realizou um julgamento para definir a disputa entre uma exchange e um de seus investidores. No texto traduzido por Dovey Wan, no twitter, a corte afirma que “é necessário reconhecer o bitcoin como uma propriedade virtual”. “O bitcoin detém as características de uma propriedade virtual, é valioso, escasso e descartável”. Decisão nega pedido de indenização por falta de fundo em…

Leia mais...