Startups de Blockchain de Malta recebem investimento da Binance

Na última segunda-feira (18), a Binance – maior exchange criptográfica – anunciou investimento para o recém-lançado programa de novas startups de Blockchain organizadas pela Bolsa de Valores de Malta. A notícia foi dada pelo Twitter da Malta Stock Exchange.

Com o nome de MSX FinTech Accelerator, o projeto procura apoiar e orientar startups e empreendedores do meio a se tornarem maiores e competitivos. Será oferecido instalações, serviços de contabilidade, escritórios e centro de treinamento.

Joseph Portelli, chefe da Bolsa, afirmou que o país está se tornando um centro de excelência, tanto de tecnologia financeira, quanto de Blockchain. “Queremos permitir que empresas locais e estrangeiras tenham a capacidade de trazer suas ideias para o mercado mais rapidamente”, completa.

O país também vem se mostrando aberto quanto a investimentos do segmento. Neste ano, o gabinete aprovou três projetos de lei envolvendo a tecnologia. Uma delas, a de Ativos Financeiros Virtuais fornece uma estrutura para criptomoedas e ofertas iniciais de moedas.

“Malta está criando um ambiente seguro e legislativo para que a indústria se torne respeitável, atraindo empresas como a nossa e muitas outras. A Bolsa de Valores de Malta reflete esses valores, fornecendo a infraestrutura para empreendedores e startups florescerem”, explica a Binance.

US$1 bilhão para startups de Blockchain

No final do mês passado, a Binance – maior exchange criptográfica – anunciou que vai lançar um fundo de US$1 bilhão para projetos de Blockchain. O anúncio foi feito durante uma conferência online pela diretora da subsidiária Labs, Ella Zhang.

De acordo com a publicação do Portal do Bitcoin, a Binance vai selecionar 20 fundos para começar a investir. Sendo chamado de “Fundo de Impacto Social”, o lançamento será feito através das próprias reservas da empresa. Segundo Ella, o objetivo é contribuir à indústria.

A diretora comentou acreditar ser um experimento social disruptivo. E que a Binance espera trabalhar com projetos mais ambiciosos para explorar mais aplicativos e soluções em Blockchains. O texto conta que a empresa a receber o primeiro financiamento será o aplicativo chinês Kuaidi Dache, criado por Weixing Chen. Que, em 2013, fundiu-se ao rival Didi Chuxing.

Desde o começo de 2018, a exchange vem muito dedicada a investir em novas startups de Blockchain. Por mais que pareça novidade, esse não é o primeiro investimento da subsidiária. No inicio do ano, a Binance Labs chegou a fazer negócios com a MobileCoin. A empresa aplicou US$30 milhões.

No ranking da Coin Market Cap, a Binance segue como a exchange líder do mundo todo. Seu volume diário é de mais de US$169 milhões

FONTES

Fonte1

Fonte2

Comentários