Ripple paga pessoas para usarem suas criptomoedas

Em 2013, a empresa de criptomoedas Ripple, sediada em San Francisco (EUA), lançou sua própria moeda: a XRP. Hoje, ela é a terceira moeda digital mais popular em termos de capitalização de mercado (a participação de um ativo no mercado total de criptografia), ficando atrás apenas do bitcoin e Ethereum.

Mas Ripple tem um problema, de acordo com um relatório do The New York Times: enquanto as pessoas trocam XRP, elas não o usam de forma efetiva.

Por uso, a empresa quer dizer mais do que comprar ou vender como investimentos especulativos. Como não se pode usar exatamente a criptografia em sua mercearia de bairro ainda, a Ripple está focada principalmente em fazer com que as pessoas usem sua moeda para realizar transferências internacionais de dinheiro.

Por exemplo: se tivermos US$ 2.000 que devemos enviar para o meu amigo em Londres, converteremos então dólares para XRP, enviaria para meu amigo no Reino Unido, que então converteria para Euros (ou qualquer moeda que eles quisessem). A Ripple já fez parcerias com bancos e outras instituições financeiras para fazer isso acontecer.

Uma maneira de levar as pessoas a usar uma moeda? Certifique-se de que eles tenham muito disso. E o Ripple está garantindo que as pessoas tenham muito XRP dando isso. Em março, a Ripple doou US $ 29 milhões em XRP para uma instituição de caridade para comprar materiais de sala de aula para as escolas dos EUA.

A Ripple não está apenas doando XRP para instituições de caridade, no entanto. Também está pagando as pessoas que usam XRP. Em outubro de 2017, a empresa colocou 300 milhões de dólares americanos em XRP no programa RippleNet Accelerator, um programa projetado para recompensar instituições financeiras que usam XRP. Então, em maio, a Ripple criou o Xpring, uma iniciativa que ajuda a financiar o desenvolvimento de start-ups focados em XRP.

FONTE

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.
Lucas

Lucas Autor

Estudante de Letras (Português - Alemão) da Universidade de São Paulo. Diz que entende de cinema e espera escrever um livro, mas só espera mesmo.

Comentários