Ripple é oficialmente lançada no Brasil e inicia expansão na América do Sul

Recentemente considerada uma das ferramentas mais valorizadas do mercado criptoeconômico, a Ripple anunciou oficialmente seu lançamento no Brasil, como a primeira etapa do seu planejamento de expansão para o território sul-americano.

Ripple contrata diretor administrativo brasileiro

A estratégia que aos poucos foi sendo divulgada pela empresa de pagamentos em blockchain, agora conta com o veterano executivo Luiz Antonio Sacco, como diretor administrativo e peça fundamental que irá conduzir o desenvolvimento de negócios da Ripple na região.

Um comunicado de imprensa foi realizado na última terça feira contando a novidade. Em seu perfil de Linkedin, Sacco afirma estar na Ripple desde março de 2019.

Na nota veiculada, Eric Van Miltenburg, vice-presidente sênior de operações globais, relatou o seguinte:

“Em Janeiro deste ano, a Ripple ultrapassou a marca de 200 clientes na RippleNet. Estamos experimentando desde então um rápido crescimento no número de consumidores dos nossos serviços em todo o mercado. O início da nossa expansão no Brasil é uma resposta a grande demanda exigida no país.

Estamos felizes em ter o Luiz Antonio no nosso time para nos ajudar a marcar presença nessa região e ainda, ajudar nossos clientes a enfrentar os desafios dos pagamentos internacionais com nossa ferramenta”.

Lançada mundialmente como uma ferramenta que facilita a transação financeira entre empresas e instituições bancárias, a Ripple afirmou também que possui aproximadamente uma dúzia de clientes no Brasil. Entre eles estão o Banco Santander, o Banco Rendimento e a BeeTech.

Representantes da corporação foram enviados recentemente ao evento técnico CIAB Febraban, que teve início neste dia 11 e deve acabar em 13 de Junho, para explicar ao mercado sobre o que se trata o RippleNet.

Os próximos passos da Ripple

Agora o plano da Ripple é basicamente tornar o mercado criptoeconômico mais interconectado no continente. Após o primeiro passo no Brasil, o foco é chegar aos outros países que o rodeiam, começando por Chile, Peru e Argentina, disse a empresa.

Fonte:
Coindesk

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Leia Também