Saiba mais sobre a rentabilidade do Bitcoin em 2018

O surgimento do Bitcoin e seu desenvolvimento gerou dois tipos de investidores. Os otimistas e aqueles que possuem ódio mortal pela criptomoeda. Mesmo que haja esse conflito, os números de rentabilidade do Bitcoin mostram a sua verdadeira realidade e quem está certo.

No inicio de setembro, o diretor de pesquisa da Pension Partners e gerente do ATAC Rotation Mutual Funds, Charlie Bilello, postou uma foto em seu Twitter mostrando a rentabilidade do Bitcoin. A tabela compara os números da criptomoeda desde 2011 até hoje.

E neste ano, o Bitcoin sofreu uma queda de 54% em sua rentabilidade. Mas, ainda assim, não foi o pior resultado, já que, em 2014, sua queda foi de 58%. Como os números já falam muita coisa, é possível tirar três conclusões disso.

Leia também: O Bitcoin pode superar o ouro como reserva de valor?

2018 não é o único ano de queda do Bitcoin

Como citado anteriormente, em 2014, a criptomoeda sofreu muito. E as razões ainda não foram esclarecidas. Mesmo que você tente entender o mercado, as tendências são ilógicas.

Mas, uma análise realizada pela Investopedia seguiu a evolução hipotética de um investimento de US$100 em 2011. A empresa concluiu que, embora em 2014 tenha ocorrido grandes aplicações e a adoção de criptografia em empresas como Microsoft e Dell, o Bitcoin caiu 58%.

Contudo, em 2015, o desempenho foi considerado excelente. O preço da criptomoeda diminuiu na maior parte do ano até que o pessimismo em cima dela moeda cresceu. Nisso, a partir de outubro, a moeda foi de US$480 até fechar o ano com US$430. No final, sua rentabilidade ficou com 35%.

Grandes pontos são seguidos por falsidade

Apesar de ainda ser cedo, muitos comerciantes consideram previsões como algo verdadeiro.

2013 foi o ano no qual o Bitcoin teve o progresso mais rápido. Ele foi seguido por uma recessão forte no ano seguinte – com uma recuperação lenta em 2015. A moeda não atingiu as taxas visitadas no final de 2013 até janeiro de 2017. Isso seria pelo 2014 recarregado?

Mesmo que seja, ainda vale a pena despejar seu Bitcoin hoje, já que ele sempre voltou?

Algo observado também é que sempre tende a acontecer algumas coisa no mercado nos finais de cada ano. Pelo menos, na maioria das vezes. Alguns dos crescimentos mais notáveis ocorreram entre novembro e janeiro do ano seguinte.

A rentabilidade do Bitcoin de -54% é infinitesimal comparado aos lucros dos últimos anos

Ao comparar a queda deste ano com os lucros acumulados ao longo do tempo, 5.507% em 2013 – seguido de -58% em 2014 – o preço do Bitcoin no final de 2014 é 2370% maior ao preço do começo de 2013. Ao mesmo tempo, não é possível comparar uma alteração ascendente de 50% com um preço descendente de 50%.

Ou é?

Caso você tenha investido US$100 em Bitcoin há um ano (cerca de US$4.500), é de sua preferência atingir o preço atual (US$6.300) de forma gradual ou com uma bull-run (otimismo excessivo) nesse meio tempo?

Como aconteceu em 2013, é provável que o preço do Bitcoin $6722.29 mais 0.44%, e outras criptomoedas atingidas durante a bull-run, prevejam o seu potencial de acontecer anos depois.

Leia também: Bitcoin poderá substituir o cartão de crédito?

FONTE

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Comentários