“Regular bitcoin é a única forma de combater lavagem de dinheiro com criptomoedas”

Desde que as criptomoedas chegaram ao mercado, diversos benefícios foram constatados graças à nova tecnologia que surgiu em seu background. O blockchain resolve a maioria dos problemas com transparência financeira que nós conhecemos, mas ainda há um argumento de que regular bitcoin é a unica maneira real de evitar fraudes e lavagem de dinheiro.

Regular bitcoin e outras criptomoedas para combater crimes financeiros

Enquanto o mundo inteiro busca evoluções tecnológicas de ferramentas consistentes que colaborem com o crescimento da economia, o debate em torno da regulação em cima das criptomoedas existentes tem gerado desconforto entre governos e investidores.

Porém, o principal argumento de agentes públicos é de que no momento, criar uma legislação para moedas digitais é um passo importante que deve ser dado agora, para evitar uma crise financeira mais grave devido à fraudes de lavagem de dinheiro.

Segundo o Ministério Público do Brasil, a ausência de regras que tornem as criptomoedas democráticas prejudica toda e qualquer organização privada que tenha o investimento em criptoativos nos seus planos.

Enquanto acontecia o 8º Congresso de Combate e Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo no dia 17 de Outubro, o procurador do Ministério Público, Rodrigo de Grandis, afirmou na sua fala o seguinte:

“Não conhecemos a forma adequada como as criptomoedas se processam, como são usadas. Há um limbo jurídico em termos de regulação, os órgãos não têm entendido como a matéria deve ser regulada. Mas, para o Ministério Público Federal, as criptomoedas constituem veículo e instrumento apto à lavagem de dinheiro”

Regulação Bitcoin no mundo

Essa declaração do procurador Rodrigo de Grandis não causa estranheza já que pelo mundo inteiro já existem pedidos de regulamentação.

Na Coréia do Sul, por exemplo, um agente propôs um conselho mundial para lidar com a questão da moeda descentralizada, mas aparentemente a ideia não teve um prosseguimento oficializado.

Nesta semana o Nordea Bank, o maior grupo de investimento dos países nórdicos, decidiu proibir qualquer transação utilizando bitcoins usando o argumento de que os crimes financeiros ficam por baixo dos panos quando são realizados através dessa tecnologia, já que muitos usuários conseguem ocultar sua identidade com a criptografia.

Fontes:
CCN
Febraban

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.
Igor Seco

Igor Seco Autor

Comentários