Especialistas pedem regulamentação de Blockchain no Brasil!

Blockchain é assunto de discussão em audiência pública por figuras importantes.

Nesta terça-feira (19), especialistas na área do blockchain juntamente com figuras do governo e da sociedade civil pediram a regulamentação da tecnologia. Os informes são da Agência da Câmara.

Popular por ser a ferramenta por trás das criptomoedas como Bitcoin, o Blockchain dispõe de uma capacidade imensa no mercado. Isso porque a plataforma de registros descentralizados e imutáveis permite transações seguras e transparentes sem a obrigação de intermediários.

Vantagens

Durante a discussão a respeito do blockchain, Glória Guimarães, Diretora-presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO), e  Gastão Ramos, diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) ressaltaram as vantagens da plataforma.

Durante do debate sobre o assunto, Glória chamou a atenção para duas da principais utilidades resultantes da tecnologia, como, por exemplo, a eliminação de intermediários e a redução de custos e o acesso à rastreabilidade.

“Hoje o Blockchain já é usado para controlar o registro de terrenos na Suécia e registros clínicos de pacientes na Estônia”, esclareceu.

Enquanto Ramos, destacou que a segurança disposta pelo Blockchain faz-se muito dificultoso violar dados da plataforma. “Todo sistema de login/senha é falho e pode ser violado por um ataque hacker, já que há sempre um servidor que armazena esses dados.”

Regulamentação

O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, deputado Goulart (PSD-SP), legitimou um modelo de regulamentação que não impossibilite o Blockchain. “Estamos perdendo muitas possibilidades de investimento por regulações malfeitas ou com a mão do Estado muito forte”, afirmou o político.

Bancos e mercado financeiro

Mardilson Queiroz, Consultor de regulação do Banco Central do Brasil (Bacen), afirmou que a tecnologia precisa ainda aprimorar e aperfeiçoar, ates algum tipo de regulação. O especialista ainda realçou que o Bacen não dispõe de tecnologias, mas sim da oferta de produtos e serviços financeiros.

“Os modelos de negócios, ativos e produtos financeiros já estão regulados. E não vemos nenhum impedimento para o uso da tecnologia Blockchain em produtos financeiros”.

FONTE

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.
Beatriz Flor

Beatriz Flor Autor

Comentários