Quais são os possíveis usos para o Blockchain?

Funcionando como uma agenda de anotações e registros em cadeia, o sistema de blockchain é bastante conceituado entre os economistas. Sobre sua composição, destacam a segurança e aplicabilidade com o mundo das criptomoedas.

Contudo, uma grande dúvida paira sobre aqueles que estão iniciando agora no universo das moedas virtuais criptografadas: O blockchain é usado apenas para as transações online de bitcoins e outras espécies?

Nesta publicação, você encontrará a resposta para esta dúvida. Ainda, aprenderá que a tecnologia empregada nas criptomoedas vai muito além do papel que está desempenhando hoje em transações monetárias.

Imagem via Pixabay

Mas quais são os outros possíveis usos para este conjunto de elementos interligados?

Especialistas apontam que diferentes áreas da sociedade podem prosperar e serem favorecidas. No âmbito da documentação, por exemplo, o blockchain seria bastante útil para identificação, cadastro de registro pessoal e proteção de senhas.

Indústrias que estão sujeitas à gestão de contratos, como companhias de seguro, imobiliárias, etc, também poderiam se aprimorar ao operar com esse novo sistema.

A cadeia de dados do blockchain permite atualizações, monitoramento e acompanhamento de contratos, fora a garantia de preservar com segurança os documentos existentes.

Outro exemplo de onde a estratégia desse processo poderia ser colocada em prática é no tratamento de pagamentos. Qualquer empresa poderia extinguir o uso de intermediários em seus procedimentos de remuneração.

Empresas como a Lampix já experimentam essa tecnologia como uma maneira de desenvolver sua base de dados, almejando construir uma das maiores da Terra!

Além disso, ela também usa uma solução só sua de software e hardware para converter em uma plataforma de realidade ampliada qualquer tipo de uma superfície chapada (plana).

A WildSpark também já utiliza o blockchain, permitindo que os usuários façam transações com criptomoedas e possam doar seu dinheiro virtual aos influenciadores, microinfluenciadores, criadores de conteúdo da empresa.

Cada vez mais instituições, marcas, companhias e empreendimentos estão voltando sua atenção para a serventia desta tecnologia em facilitar transações e propiciar segurança no armazenamento de dados.

Gabriel Claudino

Gabriel Claudino Autor

Gabriel Claudino tem 23 anos, é ator e cursa Letras na USP (Universidade de São Paulo). Atua como criador de conteúdo no Portal do Blockchain.

Comentários