Por que o Bitcoin está em alta?

Breve histórico

O Bitcoin foi criado em 2009 e ninguém sabe quem foi o criador dessa criptomoeda, nem se ela foi desenvolvida por um único indivíduo ou por um grupo de pessoas. A única informação que nós temos é a de que seu pseudônimo é Satoshi Sakamoto.

Em seu primeiro ano, o bitcoin só atraiu entusiastas. Até o ano de 2011, 1 bitcoin não valia nem 1 dólar. Mas, a moeda funcionou de forma estável por tanto tempo que acabou conseguindo chamar a atenção. A partir de 2013, a criptomoeda começou a ser aceita em alguns estabelecimentos. Isso fez com que o bitcoin atingisse a marca de mil dólares por criptomoeda.

Esse recorde, aliado com o fato de que o bitcoin poderia ser comprado em casas de câmbio, deixou os investidores muito interessados, entretanto, isso não fez com que a moeda atingisse mais nenhuma marca espetacular nos próximos anos, porém isso não a impediu de adquirir mais adeptos.

Em 2017, governos de diversos países começaram a discutir se as criptomoedas deveriam ser regulamentadas em seus países e isso chamou a atenção de todo o mundo.

Isso causou uma explosão nos valores do bitcoin que chegou a atingir a marca de 16 mil dólares.

Essa crescente do Bitcoin fez com que as criptomoedas se tornassem notícia pelos seus valores surpreendentes. Isso funcionou como uma bola de neve, atraindo mais pessoas interessadas e, assim, aumentando o seu valor.

 

Qual o diferencial da criptomoeda?

Nas negociações feitas através do bitcoin não existe a participação de um terceiro elemento – como um banco – por isso, tudo funciona com menos cobrança de impostos, de forma segura e muito mais rápida.

Essas vantagens beneficiam qualquer tipo de transação, mas a situação é ainda mais vantajosa quando nós observamos o cenário internacional. Como o bitcoin é o mesmo em todos os lugares do mundo, comprar produtos de outros países se torna muito mais fácil.

Pelos meios tradicionais, se um brasileiro, por exemplo, decide comprar um produto no exterior, ele precisa fazer os cálculos para a conversão do dinheiro e possuir um cartão internacional. Agora, se esse brasileiro tiver bitcoins, a compra poderá ser feita com a criptomoeda que é a mesma para o mundo inteiro. Ela pode ser usada em transações internacionais da mesma forma que é usado nas nacionais.

 

Fontes 1: https://canaltech.com.br/video/materias-especiais/bitcoin-por-que-ele-valorizou-tanto-em-2017-9620/

Fonte 2: https://www.publico.pt/2017/11/28/tecnologia/perguntaserespostas/por-que-valem-as-bitcoins-tanto-dinheiro-e-outras-questoes-sobre-o-fenomeno-1794213

 

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

portal Autor

Comentários