Paquistão regula criptomoedas para previnir uso por terroristas

Depois de muita resistência e articulações para acabar com o comércio de criptomoedas como o bitcoin, o Paquistão finalmente deu um passo importante à favor da regularização para impedir o uso de ativos digitais para financiar o terrorismo.

Paquistão regulariza criptomoedas para combater terrorismo

Há pouco mais de um ano se iniciava uma política econômica no país que se mostrava cada vez mais contrária à regulação das criptomoedas. O próprio perfil do banco central paquistanês chegou a tuitar em seu perfil mensagens de cuidado sobre a nova era econômica.

Porém, depois que a Força-Tarefa de Ação Financeira (FATF), passou a endossar a importância de uma política inclusiva para o dinheiro virtual, o governo não teve escolha se não iniciar um processo de regularização.

O principal argumento da Força-Tarefa que mudou os rumos criptoeconômicos no país é o de que, com as criptomoedas reguladas, não sobra espaço para atividades ilegais, como lavagem de dinheiro ou evasão fiscal. Além do que, doações para grupos terroristas deverão ser dificultadas.

“Essas regulamentações ajudarão a combater a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo, ao mesmo tempo em que também ajudarão na regulação da moeda digital em todo o país.”, afirmou um dos porta-vozes da Instituições Monetárias Eletrônicas.

Porém, o que os investidores dizem ser mais importante é o papel do Estado, que ao regular a situação, teve de colocar as criptomoedas no mesmo nível de outros capitais, dando legitimidade à essa bolsa que vem mostrando melhoras depois de muitas semanas no vermelho.

O anúncio da regularização foi feito durante uma cerimônia, com a participação do ministro das Finanças do Paquistão, Asad Umar, e do secretário de finanças Yonus Dhaga.

Fonte:
CCN

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Leia Também