O que são fazendas de bitcoin?

As fazendas de bitcoin

As criptomoedas se tornaram um sucesso no mundo. A mineração não é uma coisa fácil, pois, além de trabalhosa, ela conta com a sorte. Para tentar garantir vencer nesse processo, muitos mineradores resolveram começar a utilizar diversos computadores. Assim, criaram-se as fazendas de bitcoin.

Essas fazendas têm um grande poder de mineração, uma vez que muitos computadores estão conectados à esse objetivo. Quanto mais computadores um minerador possuir, maiores são as suas chances de solucionar os problemas matemáticos que dão origem às criptomoedas.

Ou seja, uma fazenda de bitcoin é um local – geralmente um galpão – onde diversos computadores fazem o processo de mineração da moeda digital.

O impacto ambiental das fazendas

Assim como o ouro, o bitcoin precisa ser minerado. Assim como a mineração de ouro, a mineração de bitcoin pode ser muito prejudicial para o meio ambiente. 

Como dito anteriormente, quanto mais computadores minerando, maiores as chances do minerador. Mas a questão não é apenas a quantidade de computadores, é também o tempo no qual eles ficam ligados. Por isso, os mineradores deixam seus diversos computadores ligados 24 hrs por dia.

Quando levamos em consideração o tempo que as máquinas passam ligadas, também temos que pensar a respeito da capacidade desses computadores. Eles são super potentes e possuem alto desempenho de hardware.

Ou seja, quando se fala a respeito das fazendas de bitcoin, fala-se sobre computadores de alta potência ligados 24 horas por dia, todos os dias. Estima-se que, atualmente, uma fazenda de bitcoin represente o gasto de energia de 9 casas nos Estados Unidos.

A empresa britânica Power Compare estimou que as fazendas já tenham gasto o equivalente à energia gasta anualmente por 159 países.

Se as fazendas de bitcoin continuarem nesse ritmo, elas irão causar uma pane na energia mundial. Para reverter esse problema, os governantes teriam que aumentar o número de geradores de energia, aumentando a produção e prejudicando ainda mais o meio ambiente.

 

Por quê os brasileiros preferem as fazendas de bitcoin do Paraguai?

Como já foi dito anteriormente, as mineradoras usam diversos computadores super potentes e que gastam muita energia. Como os brasileiros sabem, a energia elétrica do país não está com preços acessíveis, pelo contrário.

Em 2017, o Brasil teve várias oscilações no valor da energia elétrica. As contas de luz tiveram suas bandeiras alteradas e, muitas vezes, a bandeira vermelha foi usada. Nesse caso, o valor dos impostos aumenta e a população precisa gastar muito mais do que o normal.

Sendo assim, a criação de fazendas de bitcoin no país se torna inviável. Esse fato fez com que os mineradores brasileiros escolhessem um país com a energia mais barata e o Paraguai foi escolhido. O valor gasto com energia no Paraguai pode ser 10 vezes menor do que no Brasil.

Uma vez que o bitcoin é uma moeda volátil, os mineradores preferem reduzir seus gastos para evitar que a perda de dinheiro.

As condições de vida dentro das fazendas

Na teoria pode até parecer que a vida nas fazendas de bitcoin é uma coisa simples. À primeira vista, deve-se pensar que basta deixar os computadores funcionando, dentro de um escritório confortável, mas as coisas não funcionam dessa forma.

Primeiro é preciso levar em consideração o fato de que quando você mexe com dinheiro, há o risco de roubo. Por isso, as fazendas de bitcoin ficam em lugares escondidos, evitando que os vizinhos saibam o que acontece nos galpões.

Além disso, também é preciso ter muita confiança ao contratar um funcionário, afinal de contas, eles também podem roubar suas moedas digitais. Sendo assim, a maioria dos mineradores prefere contratar muito pouca gente, aumentando o trabalho de todos.

Com máquinas funcionando o tempo todo em pequenos espaços, esses galpões podem ser extremamente aquecidos. A instalação de ar condicionado se torna difícil pelo fato de que a refrigeração no calor excessivo pode produzir água no teto dos estabelecimento, arriscando o funcionamento das máquinas.

Algumas fazendas são mais tecnológicas e menos quentes, entretanto o excesso de trabalho é marca registrada das fazendas de bitcoin.

Fontes 1, 2 e 3

 

 

 

 

 

 

 

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.
Thais

Thais Autor

Thaís Dias do Carmo tem 24 anos, é formada em Letras português/italiano pela USP e também é atriz. Na Influu atua na área de conteúdo.

Comentários