Rússia constrói laboratório de pesquisa Blockchain

O Ministério de Defesa da Rússia está lançando um laboratório de pesquisa blockchain que irá explorar como a tecnologia pode ser usada para reforçar a segurança nacional. O intuito é impedir ataques de hackers na infra-estrutura militar.

O acelerador de tecnologia militar da Rússia, chamado “ERA”, está supervisionando a construção do laboratório, que testará se blockchain pode ser usado para detectar e prevenir ataques cibernéticos e melhorar as medidas de segurança cibernética.

Segundo o jornal russo Izvestia, Alexei Malanov, especialista em antivírus na empresa Kaspersky Lab de segurança cibernética de Moscou, acredita que a tecnologia que sustenta o bitcoin pode ser usada para rastrear as origens de ataques maliciosos.

Um hacker frequentemente limpa o registro de permissão para ocultar traços de acesso não autorizado ao dispositivo“, disse Malanov ao Izvestia, completando que se o log for distribuído entre vários dispositivos usando a blockchain, é mais difícil para o hacker cobrir seus rastros.

Protegendo os Segredos do Estado

O alemão Klimenko, ex-assessor de internet do presidente russo, Vladimir Putin, disse que o Ministério da Defesa é um dos principais impulsionadores dos desenvolvimentos de TI e dos esforços de pesquisa no país.

A tecnologia Blockchain é uma ferramenta moderna e eficaz“, disse Klimenko, presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico Digital. “Já é amplamente utilizado por organizações civis e pode ser útil para os militares”.

O laboratório ficará sob a supervisão da 8ª Diretoria Geral da Federação Russa das Forças Armadas, responsável pela  proteção dos segredos de Estado.

A instalação está sendo construída em Anapa, uma cidade costeira russa perto do Mar Negro. O Ministério da Defesa da Rússia quer que o laboratório se torne um centro tecnológico que empregará inicialmente cerca de 200 cientistas.

Banco Central: Blockchain não é “maduro” o suficiente

Um alto funcionário do banco central da Rússia disse que a tecnologia blockchain atualmente não é “madura” o suficiente para ser usada em larga escala.

Ainda não há grande solução industrial em livros-razão distribuídos, exceto aquele de bitcoins (…) A tecnologia não está madura o suficiente. Ainda requer muitas melhorias, tanto do ponto de vista de segurança quanto em termos de escalabilidade“, disse a vice-governadora do Banco da Rússia, Olga Skorobogatov.

A Rússia vem fazendo discretamente progressos constantes no espaço da criptomoeda. Em janeiro de 2018, o Sberbank – o maior banco do país – anunciou planos de abrir sua própria bolsa de moedas digitais na Suíça, uma vez que não são permitidos em território russo.

O Sberbank também abriu recentemente um laboratório blockchain na Suíça. O Sberbank tem mais de 20 projetos pilotos baseados na tecnologia de blockchain ainda em desenvolvimento.

Os empresários russos de criptomoedas estão otimistas em relação ao futuro da bitcoin, da criptografia e da tecnologia de contabilidade distribuída, como publicado pela CCN.

Eu acho que blockchain vai repetir a história da internet e, provavelmente, até ser maior do que a própria internet“, disse o físico Alexander Ivanov, o fundador da plataforma blockchain russa Waves.

FONTE

Beatriz Flor

Beatriz Flor Autor

Comentários