Cada vez mais jovens africanos tem adotado criptomoedas para pagamento

De acordo com dados levantados pelo Google Trends, a cidade de Lagos, na Nigéria, está classificada como a com maior volume de pesquisas para Bitcoin no mundo todo. Porém, mesmo que essa estatística indique um enorme interesse pela criptomoeda, ela não equivale à adoção real da tecnologia por seus mais de 20 milhões de habitantes.

No entanto, o cenário está mudando por alguns fatores. O desemprego e o número de jovens trabalhando em regime de freelancer tem aumentado e o ambiente acabou favorecendo a adoção de criptomoedas para pagamento.

Criptomoedas para pagamento em substituição ao dolar

Atualmente boa parte da população de Lagos, que já está ciente da existência das criptomoedas como o Bitcoin, veem nelas a possibilidade de uma substituição em massa do dólar dos Estados Unidos pelos ativos digitais. O desenvolvimento tecnológico do país e sua legislação atual oferecem um caminho que parece próspero, viabilizando a ideia de troca de moedas estrangeiras pelas criptomoedas.

Como a região é altamente conhecida por seus fraudadores entre as empresas de pagamento online, o Paypal, por exemplo, não permite a transferência de dinheiro do exterior para contas nigerianas, e os serviços que permitem esse câmbio cobram taxas elevadíssimas.

Essa situação de desconfiança no consumidor por parte das corporações, acabou empurrando os jovens que realizam trabalhos de programação, copywriting e design para sites, em direção à adoção das criptomoedas para pagamento, já que através das carteiras eles podem ter um controle maior de seus ganhos sem deixar grandes partes do seu lucro na taxa de câmbio.

A taxa de desemprego na Nigéria subiu quase 25% no ano passado, e este tem sido outro fator que levou pessoas a procurarem alguma estabilidade no mercado de trabalho não tradicional.

Dado que muitos de seus possíveis clientes encomendam trabalhos do exterior, pode ficar muito difícil para que esse dinheiro chegue como deve até o executor da mão de obra. Portanto a procura por utilizar carteiras bitcoin tem crescido vertiginosamente.

É possível que esse seja um grande passo para que a região abandone em breve a circulação de dólares americanos, pelo menos em uma grande parte.

A Nigéria hoje dispõe de uma ampla rede de tecnologia de internet móvel que começou a ser implantada no ano 2000, e hoje vê essa mesma rede criando conexões para que seus habitantes fujam da crise que se estende por um longo período.

Fonte:
Cointelegraph

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Igor Seco Autor

Comentários