Governo coloca em pauta debate sobre implementação de centro blockchain no Paraná

Ainda no início do mês de Fevereiro, a Agência Paraná de Desenvolvimento (APD), uma instituição que trabalha fazendo a conexão entre o Estado do Paraná e a iniciativa privada, foi contactada pela “Blockchain Research Institute”, uma empresa canadense de inovação, para a criação de um centro blockchain no Brasil.

A conversa que se iniciou ainda na primeira quinzena do mês, visa criar uma parceria entre polos, trazendo tecnologia norte-americana para desenvolver projetos e soluções voltadas para a realidade brasileira.

O contato aconteceu em um momento de muito trabalho para o Governo do Paraná, que tem se esforçado muito neste início de ano para desenvolver uma estratégia que amplie o acesso de turistas ao estado, e consequentemente empreendedores.

De acordo com Eduardo Bekin, o presidente da agência “A palavra de ordem é aproximar a iniciativa privada do governo. A ideia é que o Estado amplie o diálogo com o setor privado através da instituição, a parceria com a BRI, caso se desenrole, pode transformar o Paraná no maior centro blockchain na América do Sul”.

Centro Blockchain Internacional pode vir mesmo para o Brasil?

Conforme fala do atual governador Carlos Massa Ratinho Junior, o Paraná está em processo de ampliamento de seus trabalhos e sua principal missão junto à APD é promover o desenvolvimento econômico e social do Estado por meio da atração de investimentos e de novas empresas.

Portanto existe um interesse enorme em receber os serviços da Blockchain Research Institute (BRI), que é uma organização global e independente focada em pesquisas voltadas para a tecnologia blockchain com o financiamento de agências governamentais e corporações à nível internacional.

Fonte:
AEN

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Igor Seco Autor

Comentários