Hackers usaram PUBG para planejar assalto de US $ 2,4 milhões em criptomoedas

Conforme novas exchanges são fundadas pelo mundo e as já existentes ganham mais popularidade, hackers de todos os tipos tentam encontrar formas para desviar o destino de criptomoedas movimentadas diariamente. Recentemente uma investigação descobriu que um grupo utilizava até o bate papo de um jogo online para planejar seus crimes.

Grupo Hacker planeja assalto de US $ 2,4 milhões em criptomoedas através do PUBG

De acordo com um relatório de investigação que foi apresentado às autoridades da Turquia, em um dos casos mais recentes de roubo cibernético que deu um prejuízo de US $ 2,4 milhões em criptomoedas para uma única exchange, um grupo de hackers passou semanas planejando o seu ataque através do chat do jogo PlayerUnknown’s Battlegrounds, famoso pela sigla PUBG.

Durante um determinado período o grupo que contém mais de 20 pessoas, se organizou e discutiu em detalhes quais seriam os passos dados para que o desvio de dinheiro virtual acontecesse. Eles utilizaram o jogo online como plataforma pois ela não exibe registros das conversas que os jogadores tiveram durante uma partida.

Os policiais descobriram que era assim que eles se organizavam depois de uma coleta de evidências e depoimentos dos 24 suspeitos presos até agora, que resultaram também na recuperação de aproximadamente 267 mil dólares em criptomoedas.

A operação realizou varreduras atrás de atividades suspeitas em diversas cidades como Istambul, Bursa, Antalya, Izmir, Edirne, Ankara, Bolu e Afyonkarahisar. Entre as criptomoedas roubadas pelos criminosos estavam Bitcoin, Ripple’s XRP e Ethereum.

Segundo o responsável pelo caso, existem esperanças de que todo o valor roubado seja recuperado em breve. Cerca de 16 pessoas das 24 presas, foram soltas sob um tipo de acordo judicial de controle, onde eles permanecem completamente à disposição da justiça para esclarecimentos.

Para a polícia, este tipo de artifício que os hackers tem usado só reforça a dificuldade em prevenir este tipo de crime, portanto, enquanto não existem regulações referentes à criptomoedas, cabe à exchanges reforçarem seu sistema de segurança.

Fonte:
BCFocus

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Leia Também