Hacker devolve mais de 100 mil dólares roubados dos fundos da Ethereum clássica

Em um mundo onde muitas vezes nem uma carteira perdida retorna ao dono de origem, sempre é um choque quando vemos um ladrão devolvendo o dinheiro que roubou, ainda mais se tratando de um hacker que se apoderou de 1 milhão de dólares dos fundos da Ethereum clássica.

Entenda o caso do hack à Ethereum

Um hacker acusado de ter roubado cerca de US $ 1 milhão dos fundos da Ethereum Clássica, aparentemente devolveu 100 mil deste dinheiro sem que houvesse persuasão, já que ainda não se sabe quem é o culpado.

Obviamente isto não contorna a situação criminosa, já que os 100 mil representam apenas uma pequena parcela da quantidade total, mas os investidores afetados estão observando isso como um bom sinal, de que talvez o hacker esteja sentindo algum tipo de remorso e que logo poderá devolver o restante.

Esta história não se compara a outros grandes roubos acontecidos no universo das criptomoedas. No Japão, em uma diferença de 4 anos, duas grandes exchanges, Mt. Gox e Coincheck, respectivamente, tiveram seus fundos assaltados pela movimentação de hackers e calcula-se que o prejuízo ultrapassou 1 bilhão de dólares. Esse dinheiro nunca foi recuperado.

No caso do ataque à Ethereum Clássica, alguns economistas acreditam se tratar de um “Hacker do bem”, ou seja, alguém que só queria demonstrar que mesmo a tecnologia blockchain, considerada impenetrável, ainda precisa de muita pesquisa e desenvolvimento para de fato se tornar sólida. Para confirmar essa teoria, é preciso esperar que o hacker devolva o restante do dinheiro.

A Ethereum Clássica e o ataque dos 51%

O valor total de 1 milhão de dólares roubados da Ethereum Clássica foi retirado após um ataque de 51%.

Estes ataques ocorrem quando o cybercriminoso força a blockchain a se reorganizar. Como a quantidade de dados é muito grande, isso leva um tempo considerável pra acontecer, tempo este mais que o suficiente para que a plataforma inteira fique vulnerável.

Nesse período se o hacker conseguir controlar mais de 50% dos dados que estão sendo reorganizados, ele pode fazer alterações no registro, desviando valores para onde ele quiser. Eles também podem reverter transações que já haviam sido registradas.

Este tipo de ação prejudica a imagem das criptomoedas e causa sua desvalorização. Porém, especialistas do mundo inteiro buscam arduamente uma forma de contornar esta atividade.

Enquanto esta pequena parte do valor roubado da Ethereum Clássica foi devolvida, o blockchain da criptomoeda continua vulnerável. A Gate.io tomou a iniciativa para melhorar a proteção e segurança dos clientes e emitiu a seguinte nota:

“O Gate.io elevou o número de confirmação ETC para 4.000 e lançou um sistema de detecção que restringe ações de 51% criando uma rede de proteção aprimorada. Também sugerimos à outras bolsas de ETC que tomem medidas para evitar ações como essa que prejudicam o ecossistema e os traders.”

Fonte:
Blockonomi

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Leia Também