O futuro da Blockchain do Google

O futuro da Blockchain do Google

Com o destaque na tecnologia da Blockchain no mercado, até o Google embarcou nessa realidade. Na última segunda (23) foi anunciada uma parceria com a Digital Asset. Isso mostrou que a empresa está ainda mais próxima da descentralização dos seus serviços na nuvem e perto de desenvolver a “Blockchain do Google”.

A Digital Asset, no caso, é uma startup que trabalha com a criação de ferramentas para construir aplicativos baseados em Blockchain. Segundo o Google, isso vai permitir que os usuários possam explorar novas formas de usar os frameworks no Google Cloud.

Há tempos que o Google vem trabalhando na tecnologia da Blockchain. O objetivo é utiliza-la para conseguir suportar os negócios na nuvem e atrapalhar startups que vem crescendo.

Desde março, a Alphabet Inc. – que tem o Google como subsidiária – desenvolve seu próprio livro digital para a publicação e verificação de transações. O plano da empresa é se diferenciar do serviço das nuvens rivais. Nisso, ela também promete fornecer uma versão em branco para outras empresas executarem em seus próprios servidores.

Segundo a publicação da Bloomberg, a empresa fez uma análise do Hyperledger. Mas não excluiu a possibilidade de escolher outro tipo mais fácil para executar milhões de transações.

O futuro da Blockchain do Google

Desde o ano passado que o Google está entre os maiores investidores de empresas de Blockchain. Isso não só demonstra o interesse pela tecnologia, como também uma forma de se manter como a principal potência do mercado. Já que, há algum tempo, empresas de marketing vem explorando a tecnologia para facilitar a compra de anúncios digitais.

Isso acabou excluindo tanto o Google quanto o Facebook, os dois principais players da indústria.

A empresa já vem realizando testes desde 2016. E com planos de explorar diferentes maneiras de implantar. Mas da mesma forma que a tecnologia fornece oportunidades ao Google, também apresenta desafios.

Redes distribuídas que executam esses registros digitais podem acabar eliminando os riscos que acompanham informações mantidas por uma empresa só. E mesmo com uma segurança forte, o site ainda detêm um número enorme de informações.

Mas isso também pode servir como algo positivo. Com o uso da tecnologia, o Google pode fornecer aos usuários uma garantia que suas informações serão protegidas ao serem armazenadas.

O mercado

A IBM e a Microsoft seguem na liderança quando o assunto é oferecer ferramentas relacionadas a Blockchain. Além de permitirem o conserto de registros digitais.

A vantagem da empresa de buscas é que, segundo uma pesquisa da WinterGreen Research, o mercado, tanto de produtos quanto de serviços relacionados a Blockchain, irá de US$706 milhões para US$60 bilhões em seis anos. Com essa previsão, o Google pode passar a investir mais e gerar um crescimento ainda maior à tecnologia em seus serviços.

Porém, ainda tem que enfrentar outros nomes no mercado. Algumas startups vem, há tempos, tentando desafiar o domínio do Google usando livros digitais. O Brave, por exemplo, é um navegador concorrente do Chrome e, ao invés de veicular anúncios segmentados, o navegador utiliza da Blockchain para pagar sites quando usuários passam tempo lá.

FONTES

Fonte1

Fonte2

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Comentários