Ford, IBM e LG se unem para criar blockchain rastreador de baterias para carros e smartphones

Nesta semana aconteceu o anúncio de uma parceria entre as gigantes LG, IBM e Ford, além de outras empresas envolvidas, em um projeto para desenvolver um blockchain rastreador de minérios.

O objetivo é empregar mais praticidade e transparência na cadeia de fornecimento global de baterias utilizadas em smartphones e veículos elétricos.

Ford, IBM e LG desenvolvem blockchain rastreador de cobalto para baterias

A demanda energética tem crescido cada vez mais no mundo inteiro com a popularização dos smartphones e dos automóveis elétricos, porém, utilizar um sistema de blockchain para rastrear as baterias em si, não seria uma ideia tão fácil de aplicar.

Por isso os desenvolvedores decidiram criar um blockchain rastreador focado em monitorar o processo de extração e movimentação do cobalto, um dos elementos essenciais na fabricação de baterias de íons de lítio que existe em abundância na República Democrática do Congo.

Pesquisadores estimam que cerca de dois terços dos estoques do mundo inteiro de cobalto se encontram no país da África Central.

Com a pressão popular crescendo em torno dos direitos humanos e da sustentabilidade, as empresas se viram obrigadas a realizar uma ação em conjunto para provar que seus produtos são fabricados sem que haja devastação ambiental e abuso trabalhista, como pessoas fazendo a mineração do cobalto em regime de escravidão.

Em relatório apresentado pela IBM, a seguinte nota foi emitida:

Quando falamos de mineração industrial de cobalto, os riscos ambientais e sociais são uma realidade a se encarar. Operações minerais de pequena escala se espalham pelo país e sustentam a sobrevivência de cerca de duas milhões de pessoas. No caso de países como a República Democrática do Congo o problema das violações dos direitos humanos é recorrente e ainda há casos em que o lucro dessas atividades acaba financiando conflitos entre grupos políticos.

A plataforma blockchain está em fase de desenvolvimento e será alocada para a etapa de testes ainda em 2019.

Fonte:
CCN

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Leia Também