Campeão de F1 aposta em Blockchain da Kodak!

O campeão mundial de Fórmula 1 e recente vencedor de Les Mans 24, Fernando Alonso, será um dos primeiros esportistas conhecidos a transferir toda a sua biblioteca digital para o blockchain.

Ele não é a primeira celebridade a apostar na rica tecnologia das criptomoedas. Contudo, agora, o piloto uniu-se a WENN Digital Inc. para selar uma parceria com a KODAKOne Image Rights Management Plataform e fornecer proteção às imagens profissionais e pessoais dele através da blockchain KODAKOne.Kodak One e Blockchain

O acordo entre Alonso e WENN Digital proporcionará uma oportunidade para a base de fãs global de Alonso acessar a plataforma KODAKOne, que será lançada em breve, permitindo que eles enviem, registrem e salvem fotos e vídeos de seu piloto de F1 favorito.

Vivemos em um mundo impulsionado pela distribuição de conteúdo em diferentes canais, especialmente durante grandes eventos como a F1 e a WEC”, disse Alonso, que recentemente venceu a corrida 24 Horas de Le Mans, na França.

Estou muito animado em saber que tenho a capacidade de recompensar meus fãs e fotógrafos profissionais por sua criatividade e que o conteúdo que eles produzem pode ser protegido por uma única plataforma.”, complementou.

Em declarações à CCN, Benedikt Dohnanyi, diretor comercial da WENN Digital, explicou que a parceria foi inovadora, na qual os fãs também podem compartilhar suas fotos e mídia digital do piloto e serem recompensados ​​por isso.

Alonso recebe centenas de milhares de fotos e vídeos tirados dele todos os anos. E no passado, não havia como ele rastrear onde todas aquelas fotos e vídeos acabaram. Mas com acesso à KODAKOne, ele terá a tranqüilidade de saber que todas as suas imagens e vídeos estão protegidos em um só lugar.“, garante Benedikt.

Através da parceria, os fãs de Alonso também poderão ser recompensados ​​em certas ocasiões por compartilhar fotos e vídeos de suas próprias experiências.

Além disso,“o acordo combina dois mundos que são instrumentais para Alonso e outras figuras do esporte: seus fãs e seu trabalho. E proteger esses dois mundos, enquanto cuida do trabalho feito por outros (como fotógrafos), é realmente o que torna esse negócio tão único”, acrescentou Dohnanyi.

FONTE

Beatriz Flor

Beatriz Flor Autor

Comentários