O Departamento de Energia dos EUA está financiando pesquisas em tecnologia blockchain

Recentemente o Departamento de Energia dos Estados Unidos realizou o anuncio de um financiamento com verba federal que chega próximo a casa dos US$ 5 milhões, dedicado à universidades que realizam projetos de P&D, incluindo os temas relacionados à tecnologia blockchain.

Tecnologia blockchain será usada para a administração de combustíveis fósseis

Como parte de uma iniciativa de treinamento e pesquisa Universitária, o financiamento será destino a desenvolver tecnologias que encontrem aplicações para o combustível fóssil.

Para isso os desenvolvedores e pesquisadores deverão focar suas forças para realizar uma série de objetivos que vão desde a inclusão e o desenvolvimento de tecnologias em estágio inicial, até descobrir novas formas de tornar os recursos energéticos domésticos mais acessíveis para a população, além de redes elétricas melhoradas.

Um dos alvos deste projeto é justamente alcançar uma tecnologia blockchain que proteja os dados de processos energéticos dentro de fluxos de informação nas redes de sistemas distribuídos baseados em energia fóssil.

Medidas como esta podem ser favoráveis principalmente às minas de carvão e usinas petrolíferas, que garantindo a segurança na captação de dados e na distribuição dessa informação, podem usar o conhecimento para encontrar maneiras mais efetivas na exploração do combustível e assim, reduzir os custos do consumidor.

Com a tecnologia blockchain empregada à este setor energético, o Departamento de Energia dos EUA pretende, a médio e longo prazo, reduzir drasticamente o risco e o custo gerado por essas atividades. Além de fazer um uso considerado mais sustentável dos meios fósseis de energia no país.

Iniciativas governamentais como essas podem trazer diversos benefícios ao ecossistema criptográfico e ao desenvolvimento de novas tecnologias que trabalhem utilizando plataformas blockchain.

No mês de Julho de 2018, o Departamento de Energia realizou uma doação de quase 1 milhão de dólares para a startup de blockchain Grid7, situada no Colorado. O movimento se fez necessário para que o estado também pudesse avançar no desenvolvimento de uma rede de energia descentralizada.

Fonte:
Coindesk

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Leia Também