Como os tokens são usados nas criptomoedas?

Como os tokens são usados nas criptomoedas?

É muito comum no mercado das criptomoedas ouvir sobre os tokens. Mas ainda há muitas dúvidas sobre suas funções e sua presença na criptomoedas e nas Blockchains. Por isso, decidimos esclarecer algumas coisas sobre eles.

Para início, os tokens representam ativos digitais, como se fosse fichas de um cassino, por exemplo. Diferente das criptomoedas, os tokens não tem sua própria Blockchain, ou seja, eles se utilizam das Blockchains de outras moedas. Nisso, eles têm a propriedade registrada e são protegidas por criptografia.

Presentes na Blockchain, os tokens viram propriedade sua, graças a uma chave que permite a criação de registros. Mas, apesar de dono, você não armazena esses tokens no seu computador. O que você armazena é a chave.

Por mais que registros sejam criados, os tokens também podem ser centralizados. Ou seja, podem ser controlados pelo criador. Nesse caso, você os armazena diretamente e não só as chaves. Dentro dessa tecnologia é possível também armazenar um complexo nível de valores e específicos programas que os tornam multifuncionais.

No caso, os tokens tem quatro funções:

  • Propriedade intelectual (dentro de cada token existe um código comprovando ser de alguém)
  • Utilidade (é preciso ter ele para entrar em ambientes no qual ele foi criado)
  • Recompensa (consumo e serviço gera troca ao usuário)
  • Fungibilidade (após o uso, torna-se gasto ou consumido)

Mas não pense no token como algo sem valor. É possível que ele crie sua própria Blockchain e, assim, transformar-se em moeda, já que cada um tem sua própria estrutura. O mais conhecido é o ERC-20, que é, basicamente, um subconjunto de tokens que se ajusta.

Por serem ativos, eles são apenas distribuídos a partir de ICOs – que servem para financiar projetos iniciais, como explicamos no texto de expressões básicas. Assim, eles conseguem ser negociados nas exchanges.

Tipos de token

Outro modo de classificar os tokens é em questão de quantidades dos recursos digitais que são possíveis de controlar e também transferir para outra pessoa. No caso, os dois tokens mais comuns são os intrínsecos e lastreados.

Os intrínsecos são os criados para uma finalidade específica. Enquanto os lastreados são emitidos por um usuário e assim, atrelados a um ativo.

Como é possível criar tokens, claramente existem regras para isso acontecer. Mas elas variam de Blockchain para Blockchain. Por exemplo, no caso do Ripple (XRP) os tokens já foram minerados anteriormente e distribuídos entre os primeiros usuários. Mas, conforme as transações vão acontecendo, os tokens vão sendo destruídos.

Enquanto, no Ethereum, um número parcial de tokens passaram pela pré-mineração, o que gerou emissões de valores já pré-definidos a cada ano.

Por isso, muitos não conseguiram ainda ser regularizados na maioria das nações, até porque o governo não consegue classifica-los como títulos ou moedas digitais. Isso também gera incertezas em relação a sua legalidade, já que o token pode ser atrelado a diferentes funções.

Ethereum

Utilizando uma tecnologia Blockchain, o Ethereum é uma grande plataforma descentralizada que foi formada pelo token Ether. Atualmente, nela é produzida diversos tokens, tanto que, no Top10 da CoinMarketCap, sete são da Ethereum.

Graças a esse volume de tokens produzidos nele, o Ethereum se torna muito valioso. Até porque, para usar a plataforma, é preciso ter o Ether, o que, nesse caso, coloca ele como papel de moeda.

Projeto Storiqa

Lançado em versão beta, o considerado ambicioso projeto tem o objetivo de se tornar uma plataforma de serviço de compra e venda descentralizada.

O token da plataforma consegue ser guardado em qualquer carteira que possui compatibilidade com o ERC-20. Isso vem muito de se sua criação, realizada dentro do Blockchain da Ethereum.

Mas, apesar de na teoria a plataforma apresentar recursos aprimorados para o uso do token, ainda é tudo muito novo. Logo no início, quando começaram a serem distribuídos, o valor subiu na mesma velocidade que caiu algum tempo depois. Contudo, a ambição do projeto pode trazer resultados promissores no futuro.

FONTES

Fonte1

Fonte2

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Comentários