Como funcionam as carteiras de criptomoedas?

Por definição, uma “digital wallet” ou carteira de criptomoedas se difere das carteiras virtuais comuns, que aceitam transações em dinheiro regulamentado no mercado internacional (dólar, real, euro, etc).

Carteiras de criptomoedas se referem a um programa de software que armazena chaves privadas e públicas, interagindo com vários blockchain para permitir que os usuários enviem e recebam a moeda digital enquanto monitoram seu equilíbrio.

Portanto, caso queira usar Bitcoins, ou qualquer outro tipo de moeda virtual, é preciso ter uma dessas carteiras para guardar seu dinheiro com segurança. Além disso, é possível efetuar algumas trocas de criptomoedas direto com sua digital wallet, apenas utilizando tokens e chaves de acesso.

Sobre seu funcionamento:

Milhões de pessoas usam carteiras de criptomoeda, mas há consideráveis ​​mal-entendidos sobre como elas funcionam. Ao contrário das tradicionais carteiras “pocket”, as carteiras digitais não armazenam moeda. Na verdade, as moedas não são armazenadas em um único local ou existem em qualquer lugar de qualquer forma física. Tudo o que existe são registros de transações armazenadas no blockchain.

As carteiras de criptomoeda são programas de software que armazenam suas chaves públicas e privadas e interagem com vários blockchains para que os usuários possam monitorar seu saldo, enviar dinheiro e realizar outras operações.

Quando uma pessoa lhe envia bitcoins ou qualquer outro tipo de moeda digital, eles basicamente assinam a propriedade das moedas no endereço da sua carteira.

Para poder gastar essas moedas e desbloquear os fundos, a chave privada armazenada na sua carteira deve corresponder ao endereço público ao qual a moeda está atribuída. Se as chaves públicas e privadas coincidirem, o saldo da sua carteira digital aumentará e os remetentes diminuirão de acordo.

Não há troca real de moedas reais. A transação é significada meramente por um registro de transação no blockchain e uma mudança no equilíbrio em sua carteira de criptomoeda.

FONTE

Lucas

Lucas Autor

Estudante de Letras (Português - Alemão) da Universidade de São Paulo. Diz que entende de cinema e espera escrever um livro, mas só espera mesmo.

Comentários