Coinsquare, exchange do Canadá, planeja expansão!

A Coinsquare, corretora de criptomoedas canadense, está planejando uma grande expansão para o Japão enquanto se prepara para ir a público ainda este ano.

A bolsa, sediada em Toronto, anunciou esta semana que havia formado uma parceria com a DLTa21, um “banco global de investimentos em blockchain”, para lançar uma bolsa centralizada de criptomoedas no mercado japonês.

A Coinsquare, que opera a terceira maior plataforma de comércio de moedas em criptografias do Canadá, fornecerá a infraestrutura para a nova bolsa, enquanto a DLTa21 liderará a conformidade regulatória e outros esforços em nível local.

Ao receber aprovação regulatória, a plataforma japonesa será a primeira a ser lançada sob a marca DLTa21X, que as duas empresas planejam expandir para outros mercados asiáticos no futuro.

Trabalhar com uma empresa de investimento líder mundial como o DLTA 21 para trazer uma experiência de compra e negociação de moeda digital segura e fácil para o Japão é um próximo passo na missão da Coinsquare“, disse Cole Diamond, CEO da Coinsquare, em um comunicado.

Esta expansão para o Japão vem com a Coinsquare se preparando para ir a público na Bolsa de Valores de Toronto (TSX).

No início deste ano, o portal internacional da CCN informou que a empresa pretende realizar sua oferta pública inicial em setembro. Na época, os representantes disseram que esperavam arrecadar até US$ 120 milhões e usar esses fundos para financiar uma expansão direta nos EUA e Reino Unido, onde espera mirar na participação de mercado dominante da Coinbase.

Os Estados Unidos e o mercado britânico são os próximos“, disse Diamond à Bloomberg em janeiro. “Acreditamos que seremos um forte concorrente da Coinbase e de outras bolsas nos EUA até o final do ano“.

A Coinbase, aliás, anunciou no mês passado que abriu um escritório no Japão e estava trabalhando “de mãos dadas” com os reguladores da Financial Services Agency (FSA) para garantir o cumprimento das leis locais.

FONTE

Lucas

Lucas Autor

Estudante de Letras (Português - Alemão) da Universidade de São Paulo. Diz que entende de cinema e espera escrever um livro, mas só espera mesmo.

Comentários