Coinbase é ameaçada de processo por ONG em caso de doações para grupo terrorista

Sempre em busca de agir longe dos olhos da lei, grupos terroristas buscam meios para financiar suas ações sem que sejam rastreados pelo governo. Recentemente os terroristas do Hamas pediram ajuda na internet para levantar fundos em criptomoedas, a Coinbase foi o meio utilizado para as doações e isso iniciou um conflito.

Agora, de acordo com o The Jerusalem Post, uma Ong de direitos civis chamada de Shurat HaDin, está ameaçando a Coinbase em um processo, caso a empresa continue sendo negligente e permitindo que o Hamas arrecade mais dinheiro através da sua plataforma.

Carta oficial foi enviada à sede da Coinbase para interromper doações de bitcoin

Através de uma carta oficial enviada para a sede da Coinbase nos Estados Unidos, o grupo Shurat Hadin alegou que os serviços prestados são uma afronta à paz, e que não há sentido em uma empresa americana permitir que fundos em bitcoin sejam disponibilizados dessa forma para um grupo que é considerado terrorista pelo seu próprio país.

Na carta o Grupo Não Governamental cita o seguinte texto:

“Recentemente fomos informados de que o bastante conhecido, grupo terrorista palestino chamado Hamas, atualmente possui uma conta aberta junto à empresa Coinbase Inc, especializada em criptomoedas, e usa essa conta para receber doações. Portanto, estamos agora escrevendo esta carta para notificar à Coinbase que, providencie deliberadamente meios de interromper a chegada destes recursos para o Hamas. Lembramos aos envolvidos de que este tipo de ação de colaboração com o terrorismo é uma violação direta das leis federais dos Estados Unidos e portanto, devemos exigir que a Coinbase encerre imediatamente todas as contas e serviços oferecidos ao grupo Hamas.”

É importante lembrar que, além de ser uma violação do grupo de leis anti-terrorismo dos EUA, a doação de criptomoedas para o Hamas vai diretamente contra os princípios da Coinbase, que tem em seu formulário de regras dos investidores um tópico que define que nenhum cliente que usa a plataforma, pode utilizar os serviços para cometer atos de violência.

Fonte:
TJP

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Igor Seco Autor

Comentários