China está em 1º lugar na corrida do Blockchain

Ainda sendo uma tecnologia recente, o território do Blockchain é uma nova fronteira. Chegar primeiro, exercer influência e dominar o mercado é fundamental. E a China está atingindo esse pódio.

Na história, vimos que os impérios do passado não são os impérios do futuro. Para quem está atento no mercado, o presidente Xi Jinping está conduzindo uma bela performance da chamada Ride of the Valkyries, enquanto lidera o país para dominar tudo no século XXI.

Xi está tecendo um plano estratégico em reestruturação militar e domínio econômico em três continentes. Tudo isso usando novas tecnologia para finanças e sociedade. Observando direito, é um plano ousado. A ideia é reviver a rota da seda, aproveitar o Blockchain e perturbar o status quo geopolítico.

Ganhar a corrida do Blockchain e aplicar a tecnologia na iniciativa One Belt One Road (OBOR) permite que a China neutralize a influência global dos Estados Unidos.

“Uma nova geração de tecnologia representada pela inteligência artificial, informação quântica, comunicações móveis, internet das coisas e Blockchain está acelerando aplicações inovadores”, diz Xi. Em seu plano, ele está avançando em duas frentes: geopolítica e tecnológica.

A China é única que pode faze-lo sem ser politicamente desafiada. E os chineses já estão acostumados com o pagamento móvel.

China e a vitória da corrida do Blockchain

Atualmente, o país é o maior detentor de patentes Blockchain no mundo, com o Banco Popular da China enviando 41 pedidos de patentes no último ano. A tv local afirmou que o país espera que a tecnologia chegue a ser até dez vezes mais valiosa que a internet.

O Partido Comunista da China chegou a lançar o livro Blockchain – A Guide for Officials. O objetivo, fazer com que autoridades estaduais estudem o livro e entendam a tecnologia. Mas um dos ministérios de nível ministerial está trabalhando em uma padronização do Blockchain para seu desenvolvimento no país.

No governo ocidental, não há nenhum representante fazendo algo parecido. E as chances de recuperar o atraso são pequenas.

Para colocar a corrida em escala, a capitalização do mercado atual para as cinco maiores ações baseadas na internet nos Estados Unidos são:

  1. Apple (US$1,05 trilhões)
  2. Amazon (US$934 bilhões)
  3. Google (US$813 bilhões)
  4. Facebook (US$470 bilhões)
  5. Netflix (US$157 bilhões)

 

Quando a televisão estatal chinesa transmitir no país a informação que o Blockchain valerá dez vezes a internet, a China acredita receber um prêmio de pelo menos US$34 trilhões.

Neste caso, a China acredita que a tecnologia valerá mais que todo o mercado de ações dos EUA – que é de US$30 trilhões.

Mas aí, fica a dúvida. Como que um prefeito chinês, com seu guia sobre Blockchain, vai fazer algo para tornar a tecnologia mais valiosa que todo o mercado americano? Assim, tudo se resume a dois fatores. Adoção e efeito de rede.

Adoção

A China está cerca de quarto a cinco anos na frente do Ocidente em pagamento móvel. Isto é principalmente devido ao fato de que os cartões de crédito nunca decolaram. A China fatura US$9 trilhões por ano em pagamentos móveis. Em comparação, os Estados Unidos arrecada US$112 bilhões.

Portanto, para a China, à medida que o Blockchain fica online, a interface do usuários não muda. Devido ao costume dos cidadãos.

Efeito de rede

Uma maneira de avaliar o efeito de rede é através da Lei de Metcalfe. Essencialmente, ela diz que para cada pessoa adicionada a uma rede, o aumento no valor não é de uma pessoa. Mas sim pelo número de interações que uma pessoa pode ter com outras.

Assim, a análise é sobre a China estar usando Blockchain ao longo da iniciativa OBOR. E conectando 69 países por meio de corredores econômicos, totalizando 40% do PIB mundial com comércio de três continentes.

Antes mesmo de começar, a China já está com US$9 trilhões em pagamentos móveis. Pensando no aumento do valor da rede, é difícil saber com precisão o aumento de valor que o Blockchain vai fornecer. Levaria um pouco mais de um aumento de 300% para igualar o mercado de ações americano.

E considerando que o Bitcoin subiu mais de 80.000% usando o efeito de rede nos últimos anos, essa porcentagem poderia ser atingida de forma factível em 2049.

FONTE

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Comentários