O que são chaves públicas e privadas para Bitcoin?

O que são chaves públicas e privadas para Bitcoin?

No texto explicando os termos básicos da Blockchain, citamos sobre as chaves públicas e privadas. E neste texto vamos nos aprofundar para não deixar nenhuma dúvida.

Definição

As duas representam a um endereço de bitcoin. E são fundamentais para você conseguir acessar os seus dados, além das duas ajudarem a evitar uma situação ruim. Como aquela chave diferencial que desarma uma bomba nos filmes de ação. E é a partir dela que você adquire o controle sobre sua criptomoeda.

Elas não são armazenadas na rede, mas criadas e armazenadas pelo próprio usuário, seja em um banco ou nas famosas carteiras digitais. Caso esteja dentro da carteira, cada chave é independente, podendo ser geradas e controladas pelo sistema dela. E sem qualquer ligação com a Blockchain ou internet.

Nisso, entram as chaves públicas e privadas.

A privada, no caso, é pessoal e formada por uma combinação de letras e números aleatórios, que aprova o gasto da bitcoin, presente em algum endereço. Já a pública tem essa mesma combinação derivada de uma chave privada, mas são elas que geram os endereços para receber a criptomoeda. Nisso, cada endereço tem a sua chave privada e pública.

Para deixar claro, é bom esclarecer que nem todos os endereços representam chaves públicas. Portanto, os endereços de bitcoin deixam os destinos de transação mais simples e flexíveis, com um único modo de pagamento para ser usado em depósitos.

Funções

Para o usuário ter o controle sobre seus fundos ligados ao endereço de bitcoin correto, ele precisa da chave privada. Ela é usada para a criação de assinaturas, que são fundamentais para a comprovação das posses usadas na transação. Por isso, a chave privada deve ser muito bem guardada.

Porque deixa-la nas mãos de terceiros é o mesmo que deixar todo seu negócio de bitcoins às outras pessoas. É necessário também um backup dessa chave, até porque, perde-la significa perder tudo. Neste ponto, só vira dono da bitcoin quem conseguir provar a posse da chave privada.

Sem saber, todos nós usamos as chaves públicas diariamente. Na internet, ela é usada para criptografar os dados enviados. E essa função é bastante usada em aplicativos. Por isso, ela acaba não sendo tão segura quanto a privada, até pelo fato de você não adquirir o controle e tudo ser registrado.

Trazendo para nossa realidade, a chave pública serviria como o número da sua conta e a chave privada como o PIN secreto.

Criptografia das chaves

Essa criptografia é uma base matemática gerada para proteger tanto o computador quanto a informação dentro dele. Desde sua criação, por volta dos anos 70, foram descobertas funções irreversíveis. Ou seja, tranquilas de serem calculadas em um sentido, mas praticamente impossíveis de serem calculadas em outro.

Com essas funções, é possível criar códigos digitais secretos. E é graças a essa relação matemática que a chave privada consegue gerar assinaturas, que podem ser validadas na chave pública. E sem revelar a privada.

Métodos seguros para guardar suas chaves públicas e privadas

Um dos mais recomendados é o Hardware Wallets. Que nada mais são do que dispositivos com um sistema criptográfico. Isso é o que vai armazenar as suas chaves e deixa-las potencialmente seguras. Você também pode adquirir as carteiras de papel. Apesar de também ser muito segura, ela é mais complexa de ser criada.

FONTES

Fonte1

Fonte2

Fonte3

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Comentários