Presidente do BNDES afirma que “Blockchain tem potencial para transformar os negócios e a vida das pessoas”

O último dia 14 de Janeiro foi bastante importante para as novas tecnologias no mercado brasileiro. Durante o evento “Disruptive Technologies for Financial and Public Services”, Joaquim Levy, o presidente do BNDES disse que o blockchain tem potencial para transformar os negócios e a vida das pessoas”.

“Blockchain tem potencial para transformar os negócios e a vida das pessoas”

A fala do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, aconteceu no encerramento do primeiro dia do evento que aconteceu até o dia 17, trazendo diversos debates em torno de novas tecnologias que estão emergindo e tomando conta de setores importantes do mercado pelo mundo todo.

O principal foco do DTFPS foi gerar um debate que trouxesse luz e ideias inovadoras para a aplicação das novas tecnologias. Blockchain e DLT foram os principais tópicos abordados pelos diversos palestrantes que subiram ao palco trazendo informações e pontos de vista.

Entre os diversos projetos apresentados durante a semana do evento, os funcionários do BNDES lembraram que desde 2017 existem programas de desenvolvimento tecnológico financiados pelo próprio BNDES, citando como exemplos o programa ideiaLab, o BNDES Token, o estudo sobre internet das coisas, o apoio a projetos-piloto com recursos não reembolsáveis nos ambientes Cidades, Rural e Saúde, e por último, o BNDES Garagem, que funciona como uma das principais plataformas de apoio à empreendedores e startups no Brasil.

Leonardo Neves, analista na Unidade de Inteligência Internacional da FGV, afirmou durante sua fala que o blockchain tem potencial para mudar vidas, mas ainda enfrenta muitas dificuldades que deverão ser superadas.

“A tecnologia Blockchain tem potencial para impactar todos os setores da economia (…) Ao mesmo tempo, sua disseminação impõe uma série de desafios: escalabilidade, interoperabilidade, cenário legal, qualidade dos dados, entre outros. Mas também traz muitos benefícios, como: imutabilidade, armazenamento de dados confiável, descentralização, uso democrático e transparência”

Outros pontos apresentados durante as diversas paletras, foram levantados por Gladstone Arantes, o analista de sistemas e líder técnico da Iniciativa Blockchain no BNDES. Sua fala tratava principalmente sobre a funcionalidade dos pactos globais dos quais o Brasil faz parte.

Para ele, o blockchain é uma ferramenta que sem dúvidas atuará em benefício da sustentabilidade e da transparência governamental:

“Qualidade, rastreabilidade, compliance, legalidade, origem, certificação e transparência é o que a tecnologia Blockchain pode proporcionar às transações, contratos e registros entre nações, organizações, comunidades e pessoas”, defendeu.

Fonte:
BNDES

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Leia Também