Grandes Bancos têm o poder de aderir ou quebrar o Bitcoin

Durante anos, os grandes bancos desempenharam um papel importante na gestão de empregos e fluxo monetário globalmente. Agora, se veem a frente de um novo desafio: aderir ou recusar bitcoins?

Eles têm sido os guardiões das moedas nacionais que circulam entre os bancos centrais e o público em geral. Além disso têm coletado taxas pesadas para essa função. Taxas estas que pagam salários e bônus de funcionários, fora os dividendos de seus acionistas.

Nos últimos meses, o novo papel desses grandes bancos foi de também salvaguardar o dinheiro que flui entre as moedas nacionais e criptomoedas. Principalmente o Bitcoin.

É por isso que estas entidades bancárias podem aderir ou optar por quebrar a principal moeda digital.

Qual ação podem tomar?

A resposta depende se os grandes bancos desenvolvem ou não seus próprios blockchain e se o Bitcoin será usado como um substituto ou como um complemento às moedas nacionais.

Alguns especialistas em criptomoedas acham que os grandes bancos não podem deter o Bitcoin, mesmo que desenvolvam sua própria blockchain. Joe Onyero, C. EO e fundador da Bebuzee, é um deles.

“Os grandes bancos não podem quebrar o Bitcoin, mesmo que criem seu próprio blockchain”, diz Onyero. O empresário acredita que esta medida iria conta os princípios da nova tecnologia digital, pois “é vista como uma revolução tecnológica uma vez que é descentralizada”. Portanto, “os bancos não têm escolha senão adotar o Bitcoin” e, assim, abrir “o caminho para uma ampla aceitação ”.

Joe Onyero enxerga também que as instituições financeiras vão gerar moedas digitais, caso aceitem se adaptar ao mercado.

Isso não significa que o Bitcoin irá substituir o dinheiro fiduciário. “A criptografia não vai substituir o dinheiro fiduciário, o fiat será usado para algumas coisas, enquanto o Crypto para os outros, e mais pessoas provavelmente irão bancar com quem fizer isso mais fácil”, conclui Onyero.

FONTE

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.
Beatriz Flor

Beatriz Flor Autor

Comentários