Assaltos a exchanges de criptomoedas sobem em 2018!

No primeiro semestre deste ano, assaltos a corretoras/exchanges de criptomoedas subiram três vezes o nível observado para o mesmo período em 2017! Levando em conta o relatório da empresa de segurança cibernética baseada nos Estados Unidos CipherTrace, os casos são alarmante!

O relatório, que examina o mercado global de combate à lavagem de dinheiro, mostrou que nos primeiros seis meses de 2018 um total de 761 milhões de dólares foi roubado das bolsas de valores digitais, comparado ao montante de 266 milhões de dólares durante o ano inteiro de 2017.

As perdas podem subir para 1,5 bilhão este ano, estimam os dados da empresa CipherTrace, que está lançando um software para ajudar as bolsas que usam ou trocam moedas criptografadas por leis de combate à lavagem de dinheiro.

As criptomoedas roubadas são três vezes maiores neste ano do que no ano passado, portanto a tendência não é, obviamente, nossa amiga aqui“, disse Dave Jevans, diretor executivo da CipherTrace, em  entrevista ao portal internacional Reuters.

Jevans é também o presidente do Anti-Phishing Working Group, uma organização global que visa ajudar a resolver o cibercrime.

Ele acrescentou que as moedas virtuais roubadas acabam sendo lavadas para ajudar os criminosos a esconder sua verdadeira identidade e evitar a prisão, o que resultou em um aumento de três vezes na lavagem de dinheiro das criptomoedas.

O roubo mais recente de uma exchange foi de US$ 32 milhões em moedas digitais levadas da bolsa sul-coreana Bithumb.

Contudo, o aumento do crime de criptomoedas atraiu a atenção dos reguladores globais e da aplicação da lei, revela Jevans.

Este relatório também citou preocupações sobre a crescente atividade criminosa no setor de Crimes Financeiros em Rede de Execução do Tesouro dos Estados Unidos (FinCEN), que se refere a pagamentos ransomware para criptomoedas.

Pesquisas paralelas mostram que aproximadamente US$ 1,5 bilhões foram roubados por hacks em corretoras online de moedas virtuais durante um período de dois anos.

Jevans disse que os reguladores em todo o mundo, a aplicação da lei mundial e os intercâmbios têm estado em diálogo contínuo sobre o que precisa ser feito no setor de criptomoedas para evitar o aumento destes tipos de crime.

FONTE

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.
Lucas

Lucas Autor

Estudante de Letras (Português - Alemão) da Universidade de São Paulo. Diz que entende de cinema e espera escrever um livro, mas só espera mesmo.

Comentários