55% dos bitcoins disponíveis no planeta estão nas mãos de apenas 1% dos investidores

Quando perguntamos para as pessoas familiarizadas com as criptomoedas se elas desejam investir em bitcoin, quase todas afirmam se arrepender de não ter feito isso logo que ele apareceu. Acontece que quem aproveitou, comprou todos os bitcoins disponíveis e agora o mercado está desequilibrado.

55% dos bitcoins disponíveis estão com 1% dos investidores

As criptomoedas surgiram na internet como uma forma de dinheiro digital descentralizado, ou seja, que não precisam de governos para funcionarem.

Porém, essa descentralização inicial está aos poucos sendo colocada em check, agora que as pesquisas apontam uma quantidade massiva de todos os bitcoins disponíveis com uma parcela mínima dos investidores. Estamos falando de um total equivalente a cerca de US$ 100 bilhões de dólares.

O que mais impressiona no entanto, é que cerca de 18% das carteiras digitais criadas antes do boom que aconteceu entre 2017 e o início de 2018, nunca foram movimentadas. Ou seja, é possível que muitas dessas pessoas nem lembrem que possuem tanto dinheiro, ou, no pior dos casos, tenham perdido o acesso a ele.

A estimativa é que cada uma dessas contas que fazem parte do núcleo de 1%, tenha em média 200BTC. É como se cada uma delas possuísse 1,25 milhão de dólares parados.

Tanto dinheiro sem movimentação pode ser um dos principais obstáculos para que a moeda digital seja amplamente negociada no mundo inteiro. Num cenário de possível valorização, uma reação em cadeia de vendas poderia inflacionar o preço da unidade e implodir o setor de bitcoins.

As preocupações não acabam por aí. Para novos investidores está ficando cada vez mais claro que “o bonde passou”, e atualmente o mais sensato é apostar em outras criptomoedas que estão surgindo no mercado.

Enquanto o bitcoin continua isolado na liderança do ranking entre as criptomoedas mais valorizadas, a briga continua pelo segundo e terceiro lugar. Em Setembro a Ripple passou a moeda da Ethereum e assumiu a vice-colocação na bolsa criptoeconômica.

Fonte:
TecMundo

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Igor Seco Autor

Comentários