Brasil está na lista dos 10 países que mais movimentam bitcoin no mundo

Pesquisas de ranking que apontam os locais do mundo onde mais se movimentam bitcoin, são realmente muito difíceis de se realizar com precisão. Uma série de fatores precisa ser definida para que uma lista com 10 seja concluída.

Porém, definindo a participação da população na criptoeconomia, sua difusão no ambiente e o contexto legal de cada país, é possível se aproximar do cenário real em que estamos incluídos usando dados disponibilizados por exchanges.

Nesta pesquisa feita pela CNM, foram utilizadas informações provenientes da Localbitcoins, da Coinatmradar e Coinmap, que ajudaram a definir os 10 países que mais movimentam bitcoin no mundo. O Brasil está lá!

OBS: Países onde a política sobre o uso de criptoativos ainda é nebulosa não foram incluídos na lista, como a China e a Venezuela.

Os 10 países que mais movimentam bitcoin no mundo

1 – Japão

Com milhares de lojas físicas e online que aceitam o bitcoin atualmente, o Japão lidera a lista de países por ser um local onde as criptomoedas já estão em fase de integração total à sociedade.

Por lá o Bitcoin é considerado uma criptomoeda legal e cerca de 1 milhão de pessoas já possuem ativos em seu nome.

2 – Estados Unidos

Também considerado legal nos Estados Unidos, especialistas afirmam que já existem mais de 2445 caixas automáticos que disponibilizam o bitcoin. O fator que mais influência a posição dos Estados Unidos nessa lista, no entanto, é de que cerca de 25% das lojas do país já aceitam pagamento em criptomoedas, graças à startups que funcionam trabalhando com máquinas de cartão.

3 – Coréia do Sul

Mesmo com um mercado fechado e difícil de ser desvendado por “turistas”, nós sabemos que os bitcoins na Coréia do Sul estão com força total (na medida do possível). Por lá, cerca de 620 lojas pelo país já contam com essa criptomoeda como opção de pagamento, fazendo sucesso principalmente dentro de centros comerciais como o Goto Mall.

4 – Itália

Com dados da Coinmap e da Localbitcoins foi possível definir que pelo menos 15% de todas as lojas do mundo que aceitam bitcoins, estão na Itália. Por lá existe um movimento bem grande no que diz respeito à adoção das novas tecnologias.

Além disso o governo tem tomado medidas para que o bitcoin ajude a Itália economicamente. A criptomoeda é reconhecida inclusive como uma moeda legal.

5 – Holanda

Apesar de não ter tantas lojas assim que aceitem o bitcoin na Holanda, por lá as comunidades de entusiastas em criptomoedas estão se espalhando. Por isso o ativo é considerado legal e pelo menos 22 caixas automáticos de criptografia já estão disponíveis pelo país.

6 – Reino Unido

O Reino Unido possui diversas lojas que aceitam o bitcoin como forma de pagamento, além disso, cerca de 11% das transações globais que acontecem na rede da Localbitcoins são realizadas por lá, o que dá ao país o sexto lugar nessa lista.

7 – Suécia

Com os sistemas de pagamento eletrônico em constante desenvolvimento na Suécia, o ambiente cria um ecossistema perfeito para a implementação de criptomoedas.

Apesar de não possuir tantos caixas automáticos, a comunidade de investidores trabalhando através da Localbitcoins é bem grande e criou um movimento onde o governo se viu obrigado a aceitar bitcoins como moeda legal.

8 – Rússia

Mesmo enfrentando diversos obstáculos na Rússia, o bitcoin ganhou espaço e hoje o país é responsável por quase 16% de todas as transações envolvendo a criptomoeda através da Localbitcoins.

Eventos como a copa do mundo de 2018 foram cruciais para que nos últimos meses a lista de lojas e restaurantes que aceitam bitcoins como forma de pagamento aumentassem vertiginosamente.

9 – Brasil

Sim, estamos nessa lista!

Nosso querido Brasil não é lá uma grande potência no mundo das criptomoedas, ainda! Esse cenário pode mudar bastante no ano de 2019 com cada vez mais startups trabalhando por aqui para desenvolver esse mercado.

Por aqui, o número de lojas que passaram a aceitar bitcoin como pagamento cresceu bastante, e mesmo contando com poucos pontos de caixa automático, a Localbitcoins observa a criptoeconomia brasileira bem de perto.

10 – África do Sul

De acordo com o ranking disponibilizado pela Localbitcoins, a África do Sul aparece com algumas peculiaridades.

Mesmo não tendo um número expressivo de caixas automáticos com a criptografia, ou muitas lojas que aceitem o bitcoin como pagamento, o país está entre os que mais movimentam bitcoins no mundo pois o ativo digital é utilizado principalmente como mercadoria de troca em negociações entre executivos.

Esta lista pode não estar muito precisa, mas sem dúvidas mostra que o mundo inteiro está em um momento onde novos caminhos econômicos serão explorados no futuro. Segundo a CoinMap, cerca de 14 mil caixas automáticos oficiais pelo planeta estão recebendo transações de criptomoedas diariamente.

Receba novidades sobre Blockchain no Seu Email
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.

Leia Também